DERMATOGLIFIA: Impressões digitais como marca característica de jovens jogadores de futebol de acordo com sua posição de jogo e categoria - Método Salus
Método Salus

Artigos

Confira nossos artigos e publicações acadêmicas:

23/11/2022
DERMATOGLIFIA: Impressões digitais como marca característica de jovens jogadores de futebol de acordo com sua posição de jogo e categoria

A amostra compreendida por 67 jogadores de futebol do sexo masculino de uma equipe participante do campeonato paulista de 2019, nas categorias Sub13, Sub15 e Sub17, comparados pelo método Dermatoglífico proposto por Cummins e Midlo (1961), por intermédio do Leitor Dermatoglífico®, validado por Nodari Júnior e Heberle (2014). Utilizou-se para as análises estatísticas o Statistical Package for the Social Science (SPSS), versão 20.0, estabelecendo o nível de significância p≤0,05.

Quando comparados pela categoria que representam, no que diz respeito as figuras das impressões digitais, identificou-se diferença significativa no dedo médio da mão direita (MDT3 p=0,016).

A análise de resíduos ajustados demonstrou que as diferenças entre os atletas de futebol comparados pelas categorias que jogam ocorrem para Sub15 para figura Arco (A) e Sub17 para figura Verticilo (W). A análise das contagens das linhas das impressões digitais não identificou diferença significativa entre os atletas de futebol comparados por posição em que jogam. foi possível observar que os atletas quanto observados pelas categorias que representam diferem-se, apresentando a figura arco (A) com uma característica do Sub15 e a figura verticilo (W) como característica do Sub17.